Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2009

Primeiras bromélias

Penny fazia o trajeto da escola para casa em vinte minutos, se não parasse para observar as novas plantas surgidas no caminho e admirar as conhecidas árvores frondosas. Havia decidido desde o seu primeiro dia de aula: seria botânica. Há mais de um ano fazia o percurso da casa para a escola sozinha. Não trilhava o caminho ensinado por seu pai, descobrira atalhos e clareiras escondidas entre as árvores do bosque que se aprofundava na paisagem. Existia uma avenida principal e ela deveria seguir o trilho de terra que a margeava – dissera sua mãe, mas Penny adorava descobrir coisas novas e a natureza era algo que a fascinava.
Como a claridade permanecia por mais tempo no verão, conseguia chegar em casa depois do horário das aulas sem levar bronca, no inverno, mesmo saindo mais cedo, não conseguia chegar sem que a noite houvesse se pronunciado. Gostava tanto do bosque que para ela já se tornara um lugar sagrado, várias vezes, levantava da cama bem cedo nas manhãs de sábado para explorar…